quarta-feira, 24 de abril de 2013

Susto no balneário!


ginastica_ritmica[1].gif (283×227)


Resisti em vos contar…mas de fato mexeu tanto comigo… acho prova simples mas tão sintomática do modo como as coisas se vão passando e da forma como começam cedo…cedo demais…que o vou fazer…!
Já por mais de uma vez me referi por aqui aos treinos de Ginástica Rítmica que a P. frequenta e o bem que lhe têm feito, quer do ponto de vista da modalidade em si, quer por se tratar de um clube de bairro onde tem possibilidade de alargar o seu leque de amizades fora do seu círculo habitual da escolinha.
Sou eu que a acompanho, e como outras mães e também muitas avós, por ali fico à espera que a aula acabe.
Ontem, nem sequer ainda nada tinha começado e as crianças circulavam livremente já preparadas, entre o balneário e o ginásio, quando me apercebi da aflição da avó de uma das meninas do grupo…subia e descia a escada esbaforida, procurava em balneários, casas de banho, ginásios…pedia ajuda na sua aflição de não encontrar a neta… pedido mais complicado porque a senhora é surda-muda e com dificuldade pronunciava o nome da menina ou chamava por ela…em breves instantes se instalou a confusão …aquela hora o clube está cheio com todas as atividades a funcionar, e por mais que se procurasse a menina não aparecia…as coleguinhas ajudavam na procura mas nada…! No meio daquilo e também querendo ajudar, perante o desespero daquela avó e a imaginar o que seria o meu, em caso semelhante, resolvi apelar ao meu sangue frio já provado em ocasiões deste tipo, e começar por uma ponta a procurar … levei a P. para me ajudar e mandei-a verificar de novo os balneários…Ao ver isto um grupo das meninas que ajudavam na busca gritou…«já lá fomos não está lá…»…algo naquele grito me levou a insistir com a P. que fosse na mesma verificar…não tardou que de lá voltasse e encabulada me dissesse…«mãe a M. está lá…mas está escondida da avó e pediu às outras meninas para não dizerem»…! Claro está que fui de imediato sossegar a senhora à beira de um ataque de nervos e de chamar a polícia..!
Depois fui ao balneário buscar a menina que continuava a querer esconder-se e expliquei-lhe a ela e às meninas que a tinham encoberto…porque é que aquilo não era uma brincadeira que se fizesse a alguém ...muito menos a uma avó, com a idade e problema da sua …! De cara amuada nada disse, visivelmente zangada por ter sido descoberta e nada preocupada com o que poderiam ter sido as consequências do seu feito…! A senhora de tão feliz de a ver, e na sua dificuldade de comunicar nem chegou a perceber bem como tudo se tinha passado e acredito que nem desconfiou de que tudo tinha sido intencional e uma brincadeira de mau gosto…!
Entretanto a professora chegou…todas entraram e para mim o assunto tinha morrido ali!!!
Na hora da saída porém…vejo a minha P. vir triste…« Eu sei que tinha de dizer mãe, porque a avó da M. estava muito preocupada…mas não queria que ficassem zangadas comigo por causa disso»…fiquei pasma!!!! A menina da dita brincadeira e as outras que tinham alinhado nela simplesmente deixaram de falar à P. por ela ter dito onde ela estava….! Que na euforia do momento não tivessem percebido as implicações do que faziam e tivessem tomado tudo como uma brincadeira…admito são crianças…mas também porque são crianças já entre os 8 e os 11 anos, deveriam ter sido capazes de entender depois de lhes ter sido explicado…porque é que aquilo não era coisa que se fizesse…deveriam ter sentido empatia pela preocupação daquela avó e deveriam mesmo ter ficado arrependidas e sentido vontade de pedir desculpa…Ao contrário o que vi foi indiferença pela dor alheia…incompreensão do mal feito e… vingança??? Claro que amanhã vai estar tudo esquecido…claro que ainda são pequenas e têm muito para aprender e um mundo de oportunidades para mudar…mas sem querer aquilo afetou-me mais do que desejaria…e fiquei a pensar…o que faz aquelas crianças tão despegadas do sentir do outro…tão focadas no seu querer e ao mesmo tempo tão inseguras quando toca a tomar posições individuais (apenas duas meninas vieram dizer à P. que teriam feito o mesmo e que ela fez o que tinha de ser feito)…e claro fica ainda a dificuldade de explicar à P. que nem sempre o certo é bem compreendido …que a lealdade tem de ser para com as causas justas custe o que custar…!
Coisas simples de crianças dirão…mas deixam-me tão a pensar!!!!!  Bom vamos acreditar que foi coisa de momento e que por uma vez se baralharam na dificuldade da modalidade !!!!
Bem hajam!

36 comentários:

  1. De cada vez que a minha mais novinha cumpre o seu papel de sub delegada da turma, as colegas (a parte femenina) vira-lhe costas, para elas ele só é amiga se as encobrir...tenhop tido alguns "amargos de boca" por causa de fazer a "coisa certa".
    Pior foi a directora de turma ao ser alertada por mim para este comportamento deste grupo, ter falado com a minha filha, no sentido de ela contar o que se passa só na escola (a ela DT), para não incomodar a mãe: SAY WHAT????
    Já disse À minha menina: Contas-me tudo, como sempre fizeste até hoje...
    Pois é Maria!!!Isto de Mãe é tarefa complicada AMIGA! Vais ter essa luta da "coisa certa" muitas vezes, olha o que eu te digo!
    Mas vale a pena!

    jinhosssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como tu me compreendes Suricate...e eu a ti...muito mais histórias teria para contar neste âmbito e a ver com o que dizes..mas temos tempo...Educar é difícil...sempre terá sido acho que no contexto atual ainda mais...Mas vale a pena...vale muito a pena!!!!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  2. Olá querida amiga Maria!

    Como você está? Tudo bem?
    Seja bem vinda! É um prazer fazer novas amizades!
    Poxa vida! Como as crianças são diferentes nos tempos de hoje, né?
    O que será que se passa na cabecinha delas num momento tão desesperador como esses?
    Um dia já fomos crianças, mais com certeza os tempos eram outros.
    Hoje está tudo mais moderno. E pelo que vejo, estou com saudades do passado ^^
    Tadinha da avó! Ainda mais com os problemas que ela tem. Aff...

    Obrigada pelo carinho e tenha uma excelente quarta-feira ^^
    Beijinhos no coração da sua mais nova amiga... TATIANA BERTOLIN

    casinhadasgifs.zip.net

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tatiana
      Que bom vê-la por aqui...! Acho que muitas vezes as crianças estão sem querer e sem saber a replicar o que vêem em casa...nestes tempos difíceis que atravessamos as suas casa por vezes tornaram-se lugares menos atentos ao seu acompanhamento por estarem em luta com as necessidades básicas...!Esperemos que as coisas melhorem!
      Bejinhos e um excelente dia para você também!

      Maria

      Excluir
  3. A tarefa de educar é árdua e exige tanto de nós... que Deus nos dê sabedoria para tal missão. bjinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E vamos precisar de muita Mel...vamos precisar de muita!!!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  4. De facto as crianças são muito cruéis umas para as outras, sinto isso muitas vezes em relação aos meu filhos, cabe-nos a nós mães prepara-los para as vertentes menos "boas" de se fazer o que é correto

    Bjs e bom feriado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem vinda Maria
      É verdade cabe-nos a nós prepará-las... e palpita-me que vão ter de estar cada vez melhor preparadas!!!
      Obrigada pela visita e pelo comentário!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  5. São crianças dirão uns!
    Serão os homens de amanhã penso eu!....
    Se não forem educadas em pequeninas que serão quando forem grandes. è certo que tem muito ainda de aprender, mas de pequenino se torçe o pepino como diz o povo.
    E P.. fizeste muito bem querida.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o que eu também penso Pinta ..é o que eu também penso...e acho que nesse ponto as coisas estão preocupantes...A P. vai gostar de ler o teu comentário!
      Obrigada!
      Maria

      Excluir
  6. Cum caneco, é impressionante. Eu acho que às vezes faz falta uma palmada certa na hora certa e esta era a hora. Raios, não há educação...as crianças conseguem ser mesmo cruéis quando querem, mas daí a não perceberem o que lhes explicaste...incomoda-me muito também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha agora é que definiste isto bem...realmente "cum caneco"!!!! Incomoda e mete medo pelo futuro!!!
      Bjs
      Maria

      Excluir
    2. Concordo com a SuperSónica.
      Umas palmadas no tempo certo não teriam feito mal nenhum à miúda.

      Caramba...não medem as consequências dos actos, ou acham (o mais provável), que não lhes acontece nada.
      Assusta-me ver essas atitudes nos futuros adultos...

      Excluir
    3. Naquele caso não lhe aconteceu mesmo nada...algumas vezes é o pai que a leva e já tenho falado com ele..nos próximos treinos se ele lá estiver vou pelo menos contar-lhe o que se passou...porque de fato era muito bom que de alguma forma a menina percebe-se que tinha errado...O que me assustou mais no entanto foi ver que não só ela mas também o grupinho das outras se mostrou incapaz de perceber o que tinham feiro mal e continuaram partindo para uma vingancinha...! Meedo!!!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  7. Não são coisas assim tão simples, são comportamentos que podes levar a que algo mais grave possa acontecer, para alem disso acho assustador, assim como tu, a falta de arrependimento, o à vontade com que crianças fazem este tipo de coisas...
    Beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois foi precisamente a insistência no comportamento e a ausência de compreensão do erro e de arrependimento que me chocaram...!Enfim!

      Bjs
      Maria

      Excluir
  8. Coitadinha da avó! os miúdos são tramados só te digo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neste caso...muito muito tramados!!!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  9. Os miúdos são imprevisíveis e infelizmente influenciáveis. Não te preocupes que tudo acaba por passar. Também tenho vários episódios dos filhotes e no fim acabou tudo bem.
    Bjs
    Vivi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também espero que sim...A P. já ultrapassou e percebeu tudo e está preparada para o que vier no próximo treino mas acredito que já tudo tenha passado...! E como disse quanto ao resto esperemos que o tempo e algum acompanhamento em casa ajude as outras pequenotas a perceber!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  10. Infelizmente fazer o que esta correto traz muitos dissabores para as princesas e as crianças nessa idade por vezes são muito mazinhas, mas sou da opinião que lhes devemos ensinar sempre a fazer o que esta certo e a não valorizar as atitudes parvinhas das colegas.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo e este ano tem sido um ano de grande aprendizagem para a P. nessa área...fortaleceu-se imenso e consegue aguentar bem a pressão de algumas dessas situações...!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  11. A P. foi uma menina muito grande e boa pessoa pela atitude que fez. E a menina que se escondeu foi mesmo muito má para a sua avó. Nos dias de hoje às vezes vêem-se muitos casos desses, infelizmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos acreditar que vai haver oportunidade de aprender e mudar para a menina que ainda é pequena e tem um futuro pela frente..como me disse o que me chocou mais foi a falta de arrependimento!
      Bjs
      m
      Maria

      Excluir
  12. As crianças aprendem quase tudo por imitação.

    Deixa-me a pensar...

    beijo

    ResponderExcluir
  13. I am so sorry for the grandma! I hope these kids will wake up one day and realize, this was a horrible joke!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho esperança de que isso vai acontecer...!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  14. Achas mesmo que as miúdas de hoje em dia levam em conta os ensinamentos? Aproveita que a tua P. parece ser direitinha, porque isso não é de todos(as), nem para todos(as). Coitada da senhora... Impossível não sentir complacência ainda maior por ela não ouvir, e ter dificuldades em falar. E eu detesto ter pena de alguém. Mas caramba!, merece menos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero acreditar que sim que a maioria das crianças consegue perceber o que é bom ou mau ou se não o consegue perceber no momento...consegue-o depois e aprende com isso...mas também sei que o ambiente conturbado em que vivemos com muitos pais ocupados em assegurar as necessidades básicas ou desesperados em situações de desemprego e carências várias facilita o desenvolvimento de certos comportamentos em todos ...mas também nas crianças agora muito menos enquadradas...E sim a P. é uma boa menina e tenho muita esperança que assim continue!!!E sim quero aproveitar muito!
      Bjs
      Maria
      Maria

      Excluir
  15. No teu lugar, estaria a rebentar de orgulho pela P.! Pode ser que essas outras meninas não tenham em casa ninguém para as orientar no caminho do "certo" (como fazes relativamente à P.) e perderam-se algures... E a verdade é que, pela vida fora, a P. encontrará muita pessoas assim e ter de as enfrentar tão novinha só lhe dá mais força e confiança para o futuro! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E estou...nesta e noutras ocasiões ela tem mostrado força na atitude que acha certa mesmo sabendo que por vezes isso lhe pode provocar alguns incómodos...e sim é uma aprendizagem para a vida!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  16. Lamentavelmente há crianças que actualmente são muito crieis e pensam que têm o rei na barriga... e pensar que serão os futuros adultos...

    Bjocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A minha esperança é que ainda aprendam alguma coisa pelo caminho!
      Bjs
      Maria

      Excluir
    2. Pois é! Penso tal e qual como tu! Farto-me de dizer as mesmas coisas ao meu filho e tenho a sensação que ele não liga nenhuma.... resta-me a esperança que de tanto me repetir vá ficando lá gravado na cabeçinha dele :)
      Bjocas

      Excluir
    3. Sabes uma coisa que já vi que acontece?...por vezes connosco não fazem o que queremos mas perante as situações e com outras pessoas sabem exatamente o que fazer e escolhem certo!!!
      Bjs
      Maria

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...