terça-feira, 23 de abril de 2013

As hortas!

hortas.jpg (1024×680)

Vou passando devagar… o trabalho já começou nas hortas…aqui, pertinho de mim… um casal apressa-se de enxada ao ombro, a caminho do seu talhão de terra…um pouco mais à frente um espantalho vestido de farrapos a abanar no ar, espanta os pequenos pássaros por chegar…há muitos... diferentes... por todo o lado …engraçados…bizarros na sua missão quase impossível…esticando a corrente que o prende ao chão, um cãozito ladra à aproximação de quem não conhece, defendendo aquela terra de qualquer intruso…mais além cava-se já…chapéu largo a defender a cabeça de um sol que ainda mal espreita…ar sisudo e decidido…vontade a transbordar em cada pingo de suor…do outro lado martela-se uma vedação feita de madeiras velhas, a ganhar outra vez vida na sua nova função… e vedações há-as de todo o tipo…em canas, cartão, rede…trapos entrelaçados…sacas de batatas esfarrapadas…o que se quiser …fazendo inesperados desenhos de colorido surpreendente que marcam agora aquilo, a que muitos chamam seu, distinguindo-o do que é dos outros …! Despontando aqui e ali… o topo de pequenas e manhosas cabanas feitas à pressa onde se guardam os instrumentos da insólita lavoura…quase sempre acompanhados de grandes e coloridos bidons promovidos a reservatórios de água!!!  Em alguns talhões colhe-se já o que se plantou…daqui não consigo ver o quê…mas oiço…palavras soltas no ar…gritos de incentivo …lentas canções na boca de quem colhe…!!!
Há dois anos atrás…no mesmo lugar… uma equipa de arquitetos, paisagistas e operacionais avaliavam com ar sabedor aquele mesmo terreno …projetavam o arranjo do local…visualizavam já o resultado final...discutindo pormenores de embelezamento e eficácia de retenção das terras…Desapareceram há muito já…aos poucos outras pessoas foram chegando…já não se interessam pelo projeto paisagístico nem pela necessidade de contenção das terras à beira da estrada de acesso à capital…as necessidades são agora outras… urgentes prementes…básicas… e as hortas foram-se instalando..alastrando…ganhando espaço…como se sempre ali tivessem estado…! Uma buzinadela desperta-me repentinamente dos meus pensamentos e como a fila o permite já… avanço agora rapidamente …para trás vão ficando de um e outro lado da estrada os muitos talhões de folhas a despontar …olho ainda outra vez e o último espantalho de fita vermelha abanando ao vento parece piscar-me o olho!!! Até amanhã então!!! E apresso-me a seguir …e como nos outros dias... não sei muito bem o que pensar de tudo aquilo…ou se calhar sei…!!!!
Bem hajam!

14 comentários:

  1. O tempo está a voltar atrás pelas necessidades que falam mais alto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E isso dá tanto que pensar!!!!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  2. Olá Maria!
    Muito obrigada por seguir o meu tacho...amei de coração o seu espaço. Um beijinho e volte sempre.))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem vinda Natércia!
      Obrigada pela visita, pelas suas boas palavras e por ter ficado por aqui!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  3. Por aqui há muito cultivo... na verdade o que o meu Lucas mais gosta é de "cavá tega e plantá ebas"(= cavar terra e plantar ervas) que é como ele diz quando vai todos os dias para casa dos avós onde calça as suas galochas e tem a sua própria enxada... pode andar o dia todo naquilo que para ele é uma alegria...
    agora, com este poste teu fiquei ainda com mais saudades dele... mas vá, já falta pouco para as 6 horas...
    Bjocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que sorte a dele...quando era pequena e ia para a terra dos meus avós...fazia exatamente o mesmo e adorava...! Bom e por falares em saudades do teu pequenote também me lembrei dos meus...!!!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  4. Interessante texto e faz mesmo pensar essa situação! beijos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está a acontecer nos grandes centros urbanos...e é consequência da degradação das condições de vida de muitos dos que aí vivem atualmente vitimas do desemprego...!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  5. Olá Maria.
    Hoje em dia dá muito jeito ter um cantinha para plantar uma horta. Nos aqui em casa só temos esse gosto quando vamos a aldeia.
    Beijinhos grandes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já nem isso...na aldeia dos meus avós que já faleceram...temos ainda alguns terrenos a maior parte emprestados a familiares que lá vivem e outros abandonados por não haver quem os cultive.
      Bjs
      Maria




      Excluir
  6. Cada vez se vê mais pessoas a cultivar pequenos pedaços de terra, onde depois podem colher a sopa que darão aos filhos, aos netos, aqueles que novamente dependem dos mais velhos e da sabedoria que a vida lhes deu.
    Pinta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisamente Pinta!
      Ver regredir o país assim dá muita muita pena!!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  7. The gardens are beautiful! A lot of work, but worth it ;o)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim valem a pena em qualquer caso!!!!
      Bjs
      Maria

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...