quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Fada do lar??? Meeedo!!!

vintage+ad+1950's+uk+stor-mor.jpg (350×347)



Fada do lar era o nome de um livro que a minha mãe tinha em casa, comprado antes de casar...lembro-me de em miúda folhear cada página com interesse…para tentar perceber de fato de que fada se tratava…e confesso que, embora ainda hoje o mundo mágico de duendes, unicórnios e fadas me fascine…nunca fui atraída por essa em particular…talvez porque por mais que procurasse não lhe encontrava as asas…e uma fada sem asas não é uma fada…não concordam????
Falando de uma forma mais pragmática sou de uma geração que definitivamente deu o salto para o mundo do trabalho, da independência e da igualdade na mulher…Com possibilidade de seguir os estudos e escolher o curso que queria, os meus sonhos voaram muito para além da casa, onde esperava poder garantir ajuda na concretização das lides domésticas que aprendi a fazer porque sim, que esperava usar quando fosse necessário mas não por obrigação diária ou de forma exaustiva… E de fato durante bastante tempo assim foi. Olhando para trás agora, dá-me vontade de rir pensar na ajuda que tinha quando era casada sem filhos e depois separada e sozinha e a que tenho atualmente,  mais de vinte anos mais velha, de novo casada e com dois filhos pequenos…agora não tenho nenhuma!!!
E não…não vou dramatizar…a maioria dos portugueses desceu muito o seu nível de vida nos últimos anos, pelo que estou acompanhadíssima e depois fiz opções...por enquanto ainda as pude fazer…coisa que já não acontece com muitos neste momento (e provavelmente não acontecerá comigo depois dos novos cortes anunciados)…Optei pela educação dos meus filhos no sentido lato da palavra e continuarei a fazê-lo enquanto conseguir!
Assim, e por isso, vi-me obrigada a reformular a minha logística pessoal e incluir todas as tarefas domésticas naquela espécie de segunda vida, que começa depois do dia de trabalho...como fazem aliás tantas mulheres desde sempre…continuo a lembrar…não é um drama…mas não vou dizer que, embora  organizar e criar um lar confortável e funcional para os meus, me entusiasme  e motive…essa é a minha grande vocação ou determinante talento…Não...não é...em definitivo! O que não quer dizer que não tenha enorme prazer em receber os amigos e cozinhar para eles, planear e organizar tudo o que é festas de família que há  mais de vinte anos se comemoram em minha casa com tudo a ser feito por mim…Mas cá está…gosto de momentos especiais…já as rotinas diárias mesmo sabendo que são necessárias e essenciais me deixam a pensar em tantas coisas mais interessantes que teria para fazer…!
Talvez agora percebam um pouco melhor a pessoa que há umas postagens atrás iniciou um processo de reorganização da casa e de alguns setores da sua vida em que entendeu poder e dever melhorar, recuperando do período de alta  instabilidade do último ano…E quando faço um coisa faço-a por inteiro não sei entregar-me pela metade…Logo…se é para ser uma fada do lar garanto-vos que de uma ou outra maneira vou ganhar as minhas asas…e se não nascerem por si…faço umas eu própria e juro que as colo nas costas!


Admito…é verdade….só de pensar em fada do lar de imediato me ocorria...«meeeedoooo!!!»...Mas vejam lá como as coisas são… um dos meus  melhores talentos é precisamente enfrentar o medo…..e vencê-lo!!!!

Bom dia e bem hajam queridos amigos…notícias dos meus progressos naquilo que me propus...ainda esta semana prometo…!








56 comentários:

  1. Bom dia Maria!
    Como me revejo em tanta coisa que por aqui escreves!
    E sim, vai dando notícias dos teus progressos para ver se me sinto mais inspirada econtinuo com os meus... (há dias em que me perco e os retrocessos são muitos...)

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite nat. só agora aqui chego para responder aos comentários...! Dou notícias sim..várias pessoas já perguntaram e é uma forma de me incentivar a prosseguir e quem sabe ajudar ao arranque de outros como eu...!
      Beijinhos amiga, obrigada pela companhia!
      Maria

      Excluir
  2. A minha mãe partiu há 9 anos com 88 anos e já foi uma trabalhadora fora de casa para poder ajudar o meu pai na difícil tarefa de nos dar um curso, daí saber desde criança o que é a organização de um lar onde a "fada" se desdobra para todo o lado!
    Eu fui uma sortuda porque, trabalhando fora de casa, tive sempre apoio, empregada interna com os miúdos pequenos e mulher a dias com eles mais crescidos. É verdade que nunca soube o que era viver e trabalhar na mesma terra...
    Mas vejo a vida louca que as jovens mães empregadas levam...
    Duvido que alguma tenha visto um livro desses em casa das mães! :)
    Eu nunca o tive!
    E mesmo agora, sem filhos em casa não tenho nada de ada do lar! :)

    Abraço e continuação de boa organização

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A minha mãe deixou o emprego quando me teve e ficou em casa a criar-me e aos meus dois irmãos...naquela altura era normal ...lembro-me que se fartava de trabalhar em casa para ter tudo em ordem...e nunca lhe invejei a sorte. Na época dela livros como o que referi eram frequentes e destinavam-se a ajudar as jovens que iniciavam a vida de casadas e o trabalho de cuidar do lar...!
      Claro que eu, como tu que somos provavelmente da mesma geração já não o tivemos...quem precisava disso??? Tínhamos toda uma vida para viver fora de casa...! E casar já não era o primeiro objetivo de vida!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  3. Parabéns pela guerreira que alimentas.

    que Deus abençoe sempre teu Lar.

    abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que palavras boa Margoh...obrigada!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  4. oi Mary

    O mundo ta precisando de fadas: amor, da caridade, da amizade, do respeito e tantas outras.
    A menina qdo é pequena já cresce sabendo que um dia vai casar, ter filhos e vai cuidar deles e do marido.
    Impressionante como a sociedade colocou isso tão forte nas mentes.
    Eu não me considero ótima dona de casa, até pq não quero ser ótima só nisto. Quero ser uma ótima mãe, uma ótima filha, uma ótima empregada, uma ótima amiga, uma ótima namorada. Mas não dá pra ser ótima em tudo.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não dá mesmo Bell e se tivermos de escolher vamos ser bons em amar os nossos entes queridos e fazê-los o mais felizes que conseguirmos!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  5. Querida Maria
    Em tempos atuais onde as dificuldades econômicas imperam em todas as nações todas nós nos adaptamos e criamos nossas próprias asinhas para o enfrentamento das adversidades e agregar a função de fada do lar é só mais uma tarefa que recaiu sobre nossos ombros. Mas guerreiras que somos vamos administrando tudo e merecemos o mérito por darmos conta de tantas responsabilidades. Amei o texto minha querida
    Um lindo dia para você e os seus
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato é mais uma missão para as guerreiras...e que elas vão vencer!
      Obrigada pela amizade e carinho sempre tão presentes!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  6. Escola de Noivas diz-te alguma coisa? :P
    Esse era o que a minha mãe tinha (e tem)!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz parte do tipo de livros que no tempo da minha mãe se vendiam às jovens que iam casar...é muitíssimo divertido lê-los agora...já passaste os olhos por esse???
      beijinhos
      Maria

      Excluir
    2. Passei pois! E sim realemnte são divertidos! :) As dicas são engraçadas! Mas tem boas receitas e tem coisas que são interessantes :)

      Excluir
    3. Verdade...até receitas caseiras de beleza e lompeza que funcionam mesmo!!!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  7. Saber enfrentar os medos e vencê-los é muito bom.
    Eu tento ser uma boa fada do lar...umas vezes consigo,outras
    não...também já tenho 67 anos, portanto...se já não consegui,
    já me restará pouco para conseguir.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com essa idade tens muito ainda pela frente...mas as prioridades mais importantes serão concerteza outras e tenho a certeza que fada do lar uma vez fada do lar sempre!!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  8. Logo…se é para ser uma fada do lar garanto-vos que de uma ou outra maneira vou ganhar as minhas asas…e se não nascerem por si…faço umas eu própria e juro que as colo nas costas!

    gostei tanto desta frase, força, vais conseguir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras gentis...vou conseguir sim...tem de ser!!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  9. Eu de momento estou numa fase de fada do lar da reciclagem, ando a reciclar móveis antigos em vez de comprar novos. Não é que não os pudesse comprar novos, felizmente, mas assim até parece que fica melhor e tem outro significado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa parece-me uma versão de fada do lar mais divertida...se calhar tem asas e tudo!!! Reciclar o que é aproveitável e transformá-lo em algo bonito e útil dá-lhe de fato um significado muito especial...!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  10. Vim agradecer o carinho pelo niver! Hoje só isso posso fazer!

    beijos, obrigadão,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beijinhos Chica continuação de dia feliz querida amiga!
      Maria

      Excluir
  11. Gostei muito (aliás sempre ) do teu texto, fez-me recuar uns anitos ...e pensar que também eu fui fada do lar , com muito pouco tempo para pensar em mim.
    Neste aspecto tiro o chapéu a esta juventude, conseguem gerir melhor o tempo , tirando proveito dele para outras coisas.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu como fiz as coisas mais tarde...estou na etapa das mais novas mas um bocado mais velha do que ela e sem os seus truques...olha tenho de arranjar os meus!!!
      Obrigada mais uma vez pela companhia e carinho!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  12. Mariazitamiga

    Quando eu era puto havia uma revista chamada Mãos de Fada; nem sei se ela ainda existe. Mas se isso acontecer quero, precisamente daqui, dar-lhe os melhores comprimentos (com u).

    Veio-me isto à memória pela tua referência - para mim é reverência - às fadas do lar. Confesso que nunca pensei em ser fada do lar. Feitios. Remoendo sobre o tema, aliás bem interessante - chego à conclusão que só poderia ser fado do lar. Acompanhado à viola por e à guitarra também por ... :-) :-) :-)

    Qjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei essa tua versão de fada do lar no masculino Henrique!!!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  13. Maria, é extraordinário como me revi em tudo o que escreveste, desde o fascinio por seres mágicos até à minha falta de motivação para tudo o que é tarefa rotineira....
    Mas tal como tu adoro receber amigos em casa, cada vez o faço menos, e tenho saudades. E preciso urgentemente de destralhar a minha casa, mas isso é uma luta gigante que tenho de ter comigo.... fica para uma outra altura!

    Beijocas, sweet

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem vinda Sweet, obrigada pela visita e pelo comentário...presentemente encontro-me presentemente em luta pela organização da casa...tem de ser!!! Também já recebi mais amigos...os últimos tempos não foram fáceis em questões de saúde por aqui!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  14. Gostei Maria.
    Mais uma vez identifico-me contigo.
    Já tive empregada a tempo inteiro, até interna. Depois de perdermos os dois o emprego, deixámos de ter tudo.
    Hoje não temos ajuda, temos 3 filhos pequenos a quem damos educação e acompanhamos nos estudos.
    E conseguimos fazer tudo!
    Por isso também me inspirei e iniciei o processo destralhar. Nos últimos tempos o tempo tem sido pouco para assegurar o essencial.
    Mas é preciso coragem para vencer o resto!
    vidademulheraos40.blogspot.com.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paula...fiquei muito feliz por ter arranjado uma companheira de caminhada e agora até percebo que temos mais afinidades do que sabíamos...ambas vimos as nossas vidas mudar radicalmente e ambas enfrentámos a mudança para vencer...Sim escasseia o tempo...vejo-me aflita para conseguir à noite fazer alguma coisa mas tenho conseguido...e desistir não está nos meus planos!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  15. Também nem tão abaixo nem tão acima... colocar asas nas costas?! Eheheh. Fica na paz de deus!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem vinda Joaninha, obrigada pela visita e pelo comentário! Asas??? Dão um jeitão em qualquer lado!!!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  16. Apesar das adversidades que a vida nos poderá colocar nada e tao forte como o querer vencer ,tudo se supera quando se acredita nas nossas capacidades de contornar cada obstáculo ,muitos beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Emanuel...sim é fundamental não baixar os braços e acreditarmos que somos capazes...fazer parte da mudança em vez de apenas a aceitar!
      Beijinhos para ti também amigo!
      Maria

      Excluir
  17. Fada tem marido fado?
    deveriam ter escritos para maridos fados
    assim as fadas não ficariam sobrecarregadas e nem viver com a sensação de que são mulheres maravilhas. (a do filme)
    desculpa a revolta, rsrsrs
    bj Zizi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem razão Zizi dava muito jeito que esta fada tivesse marido fado e informado para dar uma ajudinha!!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  18. Eu fui adquirindo o gosto por estas lides com os anos, como sou comichosa há sitios da minha casa onde não imagino ninguém a mexer mas se pudesse tinha uma ajuda extra, a crise não deixa.
    E não tenho filhos! mas como costumo dizer as casas são para nos servir e não o contrário. vai-se fazendo e organizando e minimizando já é meio caminho andado.
    é pena os homens terem um complexo cultural e sexista, eu preciso andar sempre atrás dos cá de casa para me fazerem alguma coisa dentro de casa.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo em tudo...também considero que a casa não pode tirar-nos o tempo que precisamos para o mais importante estar com os que amamos em tempo de qualidade ou termos nós próprios momentos de qualidade por isso é tão importante conseguirmos rotinas de manutenção e simplificação que o permitam...E sim...sou de uma geração em que muitos homens foram já ensinados a ajudar mas muitos não usaram a aprendizagem...de qualquer maneira sou casada com um de uma geração diferente em que ainda não se pensava muito nisso...ajuda em outras coisas mas na casa...na! Vamos a ver o que consigo fazer com os filhotes...!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  19. aqui me sinto em casa, vc pensa muito parecido como eu
    beijokas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Fabi...é um gosto recebê-la por cá!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  20. Amiga:
    Eu não nasci fada do lar...quando eu tinha 14 ou 15 anos...a minha mãe adoeceu...muito mal...via "morrer" várias vezes...de um dia para o outro tiveram mesmo que me nascer umas asas, porque o meu pai não sabia fazer nada e ficamos os dois sozinhos...lembro-me de estar na cabeceira da cama do hospital com a ela a ditar-me e eu a escrever as rotinas da casa (e de cozinhar que eu não sabia), para nada sair dos carris. Ela passou mais de uma década a entrar e a sair de hospitais...e fui sempre eu a cuidar da faculdade, do meu pai, da casa...
    A vida deu voltas...já tive até empregada interna...a vida voltou a rodopiar: Hoje quando saio do trabalho começa o meu segundo turno como eu costumo dizer:) Lavo, limpo, passo, arrumo...e quando fraquejo...tenho dois anjos lá em casa que me ajudam muito, é por elas que as minhas asas hoje batem de novo:)
    Estou muito mais pobre, mas sou muitíssimo mais rica!
    És feita da minha fibra...vais conseguir tudo a que te propuseres e muito Mais! É que nem tenhoa minima dúvida sequer!

    Jinhoooooooosssss Amiga do meu ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não duvido amiga...sei que vou conseguir e estaria muito mais adiantada se este ano não tivesse andado tudo tão enrolado em novidades más e complicadas ( embora tenha agora uma senhora interna na casa da minha mãe por causa da sua doença, a responsabilidade de gerir essa casa é agora minha também)...mas até isso tenho de inserir no meu quotidiano...Mas vou conseguir e sabes porquê??? Porque eles todos merecem...!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  21. Bom dia Maria.
    Fada do lar nunca vou ser rsrs
    A um tempo ate tentei ser tudo,hoje divido as responsabilidades, e todos ajudam,com isso agora posso me realizar ser feliz e fazer os meus felizes.
    Boa sorte
    Um lindo dia
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dividir as tarefas pela família é o ideal...mas há situações em que é difícil...ou por uns serem ainda pequenos ou por outros estarem doentes como acontece em minha casa...assim cá me vou tentando organizar e avançar neste campo como noutros!
      Beijinhos Mirtes
      Maria

      Excluir
  22. A fada do lar!..
    Boa tarde amiga Maria
    Estes versos te vou dedicar
    Pela tua especial simpatia.

    É tão lindo o teu olhar
    Os meus olhos se apaixonaram
    Não beijei a fada do lar
    Os meus olhos lágrimas derramaram.

    Mas, não vou desistir
    Vou tentar novamente
    A um beijo não irás resistir
    Ao amor não serás indiferente.

    Vais gostar com certeza
    E não vais dizer não
    Não resisto à tua beleza
    Muito menos à tentação.

    Depois desta brincadeira
    Será que vou ter o teu perdão
    Amiga, te considero verdadeira
    Nunca magoaria o teu coração!

    boa tarde e um beijinho para você,
    com muito carinho
    Eduardo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eduardo...hoje entrou aqui a brincar...mas como é bom amigo...acho que o vou perdoar...mas só se prometer... que brincar assim não vai tornar!!!!....Agora brinquei eu!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  23. Fico triste sim
    Por não poder mais brincar
    Pensava que não tinha fim.
    Se eu pudesse circular
    Nas curvas do teu corpo
    Nas nuvens gostava voar
    Porque em terra fico louco!

    Só brincou agora
    Antes brinquei eu
    Volto noutra hora
    Para ler o que você escreveu
    Um beijinho.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um bom dia para si Eduardo!
      Beijinhos
      maria

      Excluir
  24. Querem que façamos mágica....heheh
    Beijo Lisette

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o pior é que como acabamos por conseguir fazê-la vão continuar a querer!
      Beijinhos Lisette
      Maria

      Excluir
  25. Eu sempre fui fada do lar, sempre fiz tudo cá em casa, até quando o meu filho nasceu, vim de uma cesariana e subi até ao 4º andar e ninguem me fez nada de nada...mas a fada que há em mim, vai de férias muitas vezes e só faz o essencial...Beijinhos Fada boa!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa da cesariana ..fez-me lembrar alguma coisa...!!!! mas sim é assim que entendo a fada também a fazer o que é preciso mas sem exageros...mais do que isso só com varinha mágica e nunca vi uma fada do lar com uma...!!!
      Beijinhos Fada maravilhosa!
      Maria

      Excluir
  26. boa sorte com essa nova empreitada! moro sozinha e limpo tudo sozinha também, nem sempre fica perfeito, mas é o que dá, né? sem pressão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A conta certa sem pressões...no meu caso há mais pressão porque definitivamente com o maridão doente e os filhotes ainda pequenos a casa tem de estar em ordem e confortável...faz parte das rotinas e estabilidade de que necessitam!!!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  27. Não me surpreende que sejas um poço de força que enfrenta tudo :)

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...