terça-feira, 21 de janeiro de 2014

O custo justo!

pagar-o-preco.jpg (500×375)


Não, não vos vou falar de produtores, intermediários ou consumidores conscientes e responsáveis, nem do que implica o conceito do preço justo a pagar por um qualquer produto…ou de certo modo…talvez sim...embora não se trate propriamente de um produto nem implique o pagamento das brilhantes moedas, rigorosamente organizadas na imagem acima.  Quando se chega a determinada altura da vida começa a ser mais percetível em nós a mudança…ou se quiserem a rapidez da mudança…ocorre aos vários níveis…na aparência física por exemplo, podemos mudar muito pouco de aspeto  em dez anos, se ainda estivermos numa fase jovem da  vida adulta, mas mudar abruptamente em dois, se nos encontrarmos em fase mais avançada…No nosso interior também ocorrem com o avançar do tempo transformações contínuas e cada vez mais rápidas, tornamo-nos mais tolerantes numas coisas, mais exigentes noutras…mais medrosos aqui...mais corajosos ali…! As experiências…as aprendizagens, únicas em cada um de nós, deixam as suas marcas e em determinada altura percebemos que vivemos condicionados por modelo de educação que nos foi imposto, uma certa forma de olhar a vida que nos foi passada…que replicamos… por vezes sem muito pensar… nas gerações que temos a nosso cargo educar…e pasme-se… por essa altura quantas vezes achamos esse modelo em algumas partes desajustado para nós (como se vestíssemos roupa feita para outros e por isso nos caísse mal) e ultrapassado para as novas realidades do mundo que enfrentamos em que não podemos dar como certo o adquirido e precisamos ao contrário de nos reinventar a cada instante para seguir em frente sem perder o pé…nem o fascínio da possibilidade de o perder…???? É aí que percebemos a grande importância de nos pertencermos sem apelo nem agravo…e de não abdicarmos do que somos só porque sim ou alguém disse…é aí que percebemos a importância de afirmarmos o nosso eu interior sem medo, já não só em pensamento…mas envolvendo-o destemidamente nas voltas e reviravoltas do nosso quotidiano…é aí que percebemos a importância que temos nós próprios na formulação de novos modelos, na construção de um novo mundo…num mundo melhor à medida dos nossos desejos e valores que podem não coincidir com os instituídos, experimentados, repetidos, mas nem por isso estar menos certos…e é aí que percebemos também que teremos de deixar de lado por vezes aquilo que os outros pensam…e que temos a palavra…mas que esse processo é doloroso e exposto a críticas…é aí também que percebemos que teremos de pagar pela liberdade de pensar por nós, de sermos donos do nosso destino, do nosso querer, dos nossos passos no presente e no futuro…naquilo que queremos passar aos nossos filhos...esses que terão nas mãos o mundo que lhe deixarmos e a possibilidade de o mudar também…Mas querem saber…??? Acho que a certa altura da vida não nos importamos de pagar um preço...um preço pela liberdade de dizer o que na realidade pensamos....um preço por fazer apenas aquilo em que acreditamos…qualquer preço a pagar estará certo….qualquer custo envolvido será sempre um custo justo!!!

E porquê todo este “arrazoado” hoje???  Não pensem muito queridos amigos…simplesmente porque sim...simplesmente coisas que vou pensando na construção dos meus dias!


Bom dia e bem hajam!!!! 


38 comentários:

  1. Pensamentos pertinentes que vamos construindo no dia a dia ...mas que muitos poucos os descrevem tão bem! Divagar é bom...e eu aprecio! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por vezes sabe bem reunir esses pensamentos, percebê-los bem e tirar conclusões...!
      Beijinhos amiga
      Maria

      Excluir
  2. Infelizmente hoje em dia há um preço para tudo! Resta-nos sonhar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este é daqueles casos em que não me importo de o pagar Carla!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  3. Curioso texto! Será preferível errarmos por pensarmos por nós, do que errarmos por pensar pela cabeça de terceiros. Errar é humano, é sinal que experimentámos fazer
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisamente Daniel era esse o ponto!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  4. Seria muito bom se em tudo encontrássemos o justo preço.Pena, não é assim! bjs praianos,cxhica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neste caso, acho que vale qualquer preço....!
      Beijinhos Chica!
      Maria

      Excluir
  5. Oi querida.
    Tudo bem
    ?


    Sempre vejo você em comentarios de blogues que sigo.
    E resolvi me apresentar.
    me chamo Izabela.
    Agora estamos juntas.
    te sigo.
    Bjao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem vinda Izabela, fez muito bem em se apresentar, obrigada pela visita, pelo amável comentário e por ter ficado por aqui!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  6. Maria concordo com tudo o que escreveste.
    É verdade que com a idade nos tornamos mais tolerantes mas também aprendemos a ser nós próprias,deixamos de pensar tanto no parece mal ou no que os outros vão pensar.
    Comigo acontece isso,hoje em dia não me calo,não deixo que me pisem os calos,digo na hora o que penso,desde que não ofenda ninguém.Claro que se me ofenderem respondo igual,de santa não tenho nada.
    Se tenho que pagar algum preço por isso?
    Não me parece.
    A idade já me ensinou muito.
    Beijinhos amiga e um bom resto de dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim em determinada altura já nem há preço a pagar ou pelo menos achamos que vale a pena e nem nos ralamos com isso....esta forma de estar na vida é típica de uma fase já madura de crescimento...mas mesmo assim nem todos o conseguem!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  7. Gostei da sua reflexão, sem duvida são coisas que aprendemos conforme vamos amadurecendo.
    Essa parte assino em baixo:

    Mas querem saber…??? Acho que a certa altura da vida não nos importamos de pagar um preço...um preço pela liberdade de dizer o que na realidade pensamos....um preço por fazer apenas aquilo em que acreditamos…qualquer preço a pagar estará certo….qualquer custo envolvido será sempre um custo justo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem vinda Patrícia, pela visita e pelo comentário...de fato acredito mesmo que a nossa liberdade tem um valor inestimável...!
      Beijinhos
      Maria
      PS. Tem blogue Patricia? Não consegui chegar lá...gostava de saber para retribuir a visita.

      Excluir
  8. Pois amiga eu subscrevo os seus pensamentos. Está complicado,
    mas devemos assumir o que pensamos.Eu vivi o 25 de Abril
    com intensidade: foi jornalista, fui sindicalista, foi autarca, perdi
    muitas noites, muitas horas de descanso, porque acreditei que
    seria possível um Portugal melhor. Não tinha filhos, mas pensava
    nos filhos dos outros. Tinha sobrinhos e hoje estão na Irlanda.
    Aqui ficaram os mais velhos, sem a alegria do sorriso das
    crianças...Sempre tentei dizer o que pensava, hoje mais do
    que nunca. Mas estou muito decepcionada.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compreendo-a muito bem Irene...muito bem também passei por esse tempo de lutar e acreditar ...e o que se passa é decepcionante sim...mas continuo a pensar que a grande mudança está nas nossas mãos e se passa a níveis diferentes daqueles a que estamos habituadas...pode começar nas pequenas coisas...!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  9. São os privilégios que alcançamos com o tempo: defender nossas ideias, acreditar em nossos ideais e deixar de lado tudo o que não nos faz bem. Vale, vale a pena pagar o que a vida nos cobra por isto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos em sintonia então amiga!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  10. com meu marido pensavamos e pensavamos mil vzs quando moravamos na casa de minha mae se mudar-nos ou nao.
    se mudavamos esse dinheiro de aluguel nao retorna.
    mas em compensaçao, teriamos paz.
    optamos por pagar o preço do aluguel, o preço da privacidade da familia, de nos como casal, o preço se nao fazer fila pro banheiro etc
    e como vc mesma disse, nos tornamos mais exigentes em alguns casos, mais flexiveis em outros...
    esse foi nosso caso.
    optamos por nos sentir mais comodos.
    ainda estamos pagando o preço, mas logo teremos nossa casa propria se Deus quizer.

    ps/ maria, sempre leio seu blog do celular, mas nao consigo comentar e quando quero comentar como anonimo nao salva, afff, fico furiosa, pq escrevo enormes comentarios e nada de aparecer :((((

    bjus amiga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E sem medo de pagar o preço fizeram o que era certo para vocês...parabéns! São estas decisões que nos fazem crescer!!!!
      Minha querida...lamento que não consiga comentar sempre...eu tenho o blogue acessível também anónimos por isso não sei o que poderá ser o problema...!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  11. O tempo realmente traz mudanças de vida,conceitos,físicos.Requer que estejamos alerta para não entrar em conflito com outras gerações.Por outro lado nos traz experiencias.
    Bjs,boa noite Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim as gerações deve ser parceiras na construção de um mundo melhor!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  12. Querida amiga
    Mais uma linda semana recomeçou
    Mais uma vez o sol brilhou
    Para nos abraçar com sua cor
    Sobre cada flor
    Fazendo com que tudo fique mais belo e colorido.
    Trazendo a alegria para viver a nossa vida com mais serenidade e alegria.
    Desejo a você minha paz e alegria para seu coração.
    Abraço amigo
    Maria Alice

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Alice, obrigada pela bela mensagem ...uma semana maravilhosa para si também!!!
      beijinhos
      Maria

      Excluir
  13. Posso assinar por baixo? É que eu estou nessa fase :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos ambas amiga...assina à vontade!!!
      beijinhos
      Maria

      Excluir
  14. Amadurecimento...
    Fase fascinante da vida, não concordas !!??!

    Beijo Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem qualquer dúvida uma fase fascinante!!!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  15. Tudo na vida tem um preço deste o nascimento ate a morte ,neste mundo em constante transformação o que hoje e certo amanha certamente poderá estar errado ,e justo não sei dize-lo apenas vou envelhecendo com a minha sabedoria que vou ganhando a cada ano que passa ,apenas sei que serei eu mesmo que farei a minha própria historia onde nela existem personagens que certamente serão importantes (família e amigos ),outros apenas personagens secundarias que cruzaram a minha vida .Muitos beijinhos Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sentimos que ganhamos sabedoria e capacidade de construir a nossa própria história em cada dia e isso é maravilhoso!!!
      Beijinhos querido amigo!
      Maria

      Excluir
  16. Ainda bem que o tempo trás mudanças... Vivermos sempre da mesma maneira deveria ser aborrecido.
    Mas à mudanças que são bem vindas, outras nem tanto...
    Bom texto.

    Beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estas de que falo mesmo que tenham preço ...são boas...muito boas...quando chegares a esta fase na vida Cláudia vais saber...:)))
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  17. Oi Maria.
    Muito muito obrigada pelo retorno.
    Fiquei super feliz ! Pois amei seu canto. E amei seu texto.
    Agora estamos a nos seguir e estarei sempre por perto.
    Um enorme beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu fico muito contente por poder contar com a sua presença!!!
      beijinhos
      Maria

      Excluir
  18. Ai Maria, nem sei o que dizer! tudo caminha a lentos passos. As transformações que almejamos nem sempre são concretizadas. E o tempo vai passando. Tudo tem seu preço mesmo. E pelo andar de tudo, acho que é um preço muito alto em nossas vidas.
    bj zizi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas a capacidade que vamos ganhando de cada vez mais decidir por nós...vale bem qualquer preço...pelo menos eu acho que sim Zizi!!!
      Beijinhos
      Maria

      Excluir
  19. E como eu gosto dos pensamentos de construção do teu dia :)

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas gentis palavras e estares atento!!!
      Bjs
      Maria

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...