segunda-feira, 13 de maio de 2013

Nem tudo é mau!

BEBE.jpg (390×309)

E eu que nem sou adepta de rankings, seleções ou contagens em demasia, não posso deixar passar este assunto em branco...porque me diz muito, e porque é positivo e precisamos desesperadamente de coisas positivas nos nossos dias...!!!
Então não é que Portugal está muito bem classificado no ranking da baixa mortalidade das crianças até aos 5 anos??? Um honroso 13ª lugar que nos coloca à frente do Reino Unido (23ª posição) e dos Estados Unidos (30ª)...! Não competimos com o primeiro lugar da Filândia, mas estamos bem longe da 176ª posição do Congo e sobretudo bem à frente de países que em outros âmbitos de cuidados médicos e sociais dão ou pretendem dar cartas... e isso dá que pensar...! Como dá que pensar também... se estes resultados serão sustentáveis à luz do que se vai passando neste país!
Mas longe de mim terminar um post positivo de forma negativa por isso deixem-me citar-vos Pedro Norton, num artigo recente sobre o estado da nação!
«Fecho os olhos, cerro os dentes e relembro a mim mesmo que a desesperança é um luxo dos que não têm filhos».
E eu acrescentaria que o luxo poderá sair bem caro também a esses, porque sem esperança não sei se será possível sobreviver intacto...coração e alma neste país!

Bem hajam

28 comentários:

  1. Actualmente está um bocadinho marginalizado, mas nós tinhamos um bom serviço Nacional de Saúde quando se comparava em rankings mundias, esta nóticia só vem realçar isto :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o que eu também acho Poppy!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  2. Olá Maria

    Por acaso sabia que Portugal tinha uma baixa mortalidade infantil. Esperemos que assim continue e, que haja natalidade, uma coisa bem dificil, nos dias de hoje.

    Beijinhos
    Helena

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisamente...natalidade a aumentar era o que se impunha mas neste contexto...parece-me difícil!!!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  3. Nós somos muito bons em muita coisa, é pena não nos darem o devido valor porque só as coisas más em que infelizmente contam....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por isso não podemos deixar de lembrar o que vamos tendo de bom!!!

      Bjs
      Maria

      Excluir
  4. Ao menos alguma coisa positiva para o nosso país =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E como essa temos muitas mais...simplesmente no meio de tantas outras más que nos caiem em cima acabamos por nos esquecer...mas não devemos fazê-lo...faz-nos bem acreditar!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  5. Que possa continuar assim, cuidando das crianças, e que todos os países um dia possam estar no mesmo lº lugar, refletindo à esperança e preparando o futuro! Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos no 1º lugar...seria a mais fantástica concretização!!!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  6. Olá Maria
    Que beleza quando percebemos que a nossa nação está tendo algum tipo de reconhecimento pelos serviços que desempenha. E que em outros âmbitos estas melhorias aconteçam para o bem de todos os filhos desta encantadora nação.
    Beijos e um lindo dia para você
    Gracita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos de nos agarrar aquilo que ainda funciona e nos dá esperança!!! Mas vamos conseguir!
      Obrigada pelas suas palavras Gracita!
      Bjs
      Maria

      Excluir

  7. Belo post! Sobram-se palavras e atitudes viram artigos de luxo quanto o assunto é saúde publica, em boca de nossos governantes... Infelizmente muitos governos deixam a desejar. Mas que em nossos corações sempre caibam a esperança de um mundo melhor.
    Um abraço cheio de luz e paz!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por mais difícil que seja temos de manter a esperança no coração!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  8. É...nem sei se será assim um luxo não ter filhos, mas percebo a ideia. Hoje os casais "cortam-se" a ter filhos e a nossa população vai envelhecendo.

    Agora o ranking é positivo sim, e muito tem evoluído o nosso país nesse aspeto. Mas as leis que todos os dias preparam, não sei se daqui a 20 anos ainda manteremos essa posição honrosa.

    Beijinho e boa semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que a ideia do Pedro Norton era que quem tem filhos não pode desesperar...e eu concordo, porque sem esperança não os podemos lançar no futuro com a garra de que necessitam e nós somos motor...!
      Tenho muita pena que o sonho de ter filhos para alguns casais seja cada vez mais um sonho...embora dependa muito da opção de cada um...eu fiz opções arriscadas nesse âmbito por isso sou suspeita para falar!!! E sim temo muito no que aqui se estará a passar daqui a 20 anos...mas claro tenho de manter a esperança!
      Fantástica semana para ti!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  9. É uma boa notícia :)
    Beijinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que é Flow...não invalida os muitos problemas..mas festejemos o que ainda há para festejar!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  10. Eu vejo reverso da moeda.
    O nosso País é dos países europeus com a taxa de natalidade mais baixa.
    Se a situação se mantiver a previsão é para este ano nascer apenas 81 mil crianças, menos 16 mil do que em 2011.
    De uma forma generalizada nascem menos 50 mil crianças por ano do que seria necessário para assegurar a substituição de gerações.
    Este saldo negativo compromete a sustentabilidade da segurança social perante o aumento do número de pensionistas e a redução de jovens que entram no mercado de trabalho.
    Se fico feliz com a notícia não!
    Estamos a caminho de uma população envelhecida.
    Quem não nasce, não morre.
    Quando pensei em ter filhos, não foi este Portugal que sonhei para eles.
    Vivi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois Vivi, como sabemos a natalidade está a baixar assustadoramente com as inevitáveis consequências nos diversos níveis da sociedade, todos estamos preocupados com isso e muitas vezes baixa a desilusão, no entanto o ponto do post era que ainda há coisas positivas e em minha opinião devem ser valorizadas, para além de que é necessário manter a esperança... sem ela perdemos força e eu acredito que os nossos filhos precisam dessa força e dessa esperança para singrar...!
      Excelente semana para ti!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  11. O problema é que a nossa excelente classificação no Ranking da baixa mortalidade em Portugal, é consequência da baixa natalidade.
    Esses valores para mim não têm significado
    É legítimo perguntar onde se vai encontrar a capacidade produtiva e criativa do País daqui a umas décadas. Porque um país sem crianças é um país sem futuro.
    Eu continuarei sempre a lutar pelo futuro dos meus filhos, mas não gostaria que um dia eles não me dessem netos devido ao culminar da situação catastrófica do País.
    Nem sempre podemos estar de acordo Maria.
    Bjs
    Vivi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem sempre Vivi e isso é muito saudável, mas o ranking analisa o número de mortes face ao número de nascimentos, por isso a classificação é válida. Mas estamos de acordo em que é preciso virar o jogo em relação à natalidade e muito rapidamente!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  12. Olá Maria!
    Também nos pântanos podem nascer lindas flores!
    Não quero exagerar mas agora mais do que nunca recisamos de esperança, sim
    Beijinho grande

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não podemos perde-la Manuela, sem ela não conseguimos avançar!
      Excelente semana!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  13. Olá! Tudo bem??

    Vim retribuir a sua visita no meu cantinho!
    Volte sempre!!!>>>Passe lá e pegue um selinho de agradecimento!

    Doce abraço e beijinhuxxx, Marie.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!
      Uma fantástica semana para você!
      Bjs
      Maria

      Excluir
  14. Respostas
    1. Certo, a esperança não pode morrer!
      Bjs
      Maria

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...